“Se em cada cidade, se em cada vila se preencher fielmente a lei do Senhor; se houver respeito pelas coisas sagradas, se houver frequência aos sacramentos, se forem observados tudo o que pertence ao viver cristão, não será mais necessário, veneráveis irmãos, que nos afadiguemos mais do que isso para ver tudo restaurado em Cristo”.

 

São Pio X - E Supremi Apostolatus, nº 34

Colégio São Bento & Santa Escolástica

Mantido pelo Mosteiro da Santa Cruz de Nova Friburgo, o Colégio São Bento e Santa Escolástica foi fundado pelo monge Dom Tomás de Aquino há mais de duas décadas com o objetivo primário de atender à educação infanto-juvenil dos filhos de seus fiéis. Tem buscado ao longo dos anos consolidar o esforço dos monges, das famílias e dos amigos do mosteiro para oferecer uma educação integralmente católica e uma boa formação intelectual às crianças, ciente da vital necessidade nos tempos que vivemos de um ensino conformado aos princípios da Santa Igreja Católica. Também, porque parte da história monástica esteve intimamente ligada à instrução das almas, ofício muito caro à Ordem Beneditina por responder à sua vocação natural de rezar, trabalhar e, podemos acrescentar, estudar. Decerto que este pesado esforço tem como fim principal não o intelectual, mas sobretudo o espiritual: desejamos que nossos alunos tenham suas almas preservadas acima de qualquer questão secular.

Os esforços envidados em sua construção foram grandes e foi sobretudo graças à generosidade de colaboradores locais e internacionais que a instituição tomou corpo. Primeiro, em 1997, começaram os planejamentos para desenhar o primeiro saguão do colégio, adequado à lotação daquele período e contando com algumas poucas salas que dividiriam as turmas de ensino primário conforme suas séries. Auxílios vieram de todas as partes e uma participação ativa dos pais fez sua edificação avançar, especialmente com os incentivos maternais da Sra. Maria Tereza Muniz (in memorian). A autorização definitiva chegou em 1998 e o colégio pôde ser inaugurado nesse mesmo ano.

1/12

Não demorou muito e no preâmbulo dos anos 2000 o colégio ficou pequeno face ao aumento de alunos. Uma vez mais os monges foram chamados ao trabalho e um novo pavilhão, tão grande quanto o anterior, foi construído, aumentando a capacidade do colégio de atender à comunidade local e dando a oportunidade de destinar outras salas para professores, biblioteca, almoxarifado et al.

Após mais de vinte anos de funcionamento, a certeza que fica é o de que a Providência de Deus nunca abandona seus filhos e os frutos do trabalho árduo de monges, professores e pais recompensam todas as fadigas próprias do ensino das artes e saberes.

Por isso tudo, realizamos um apelo à caridade e generosidade de todos para poder dar continuidade ao trabalho destes anos e manter as crianças que a nós recorrem para conseguirem acesso à boa educação. Quem desejar ajudar-nos poderá fazê-lo mediante o apadrinhamento de um aluno ou por meio de qualquer tipo de ajuda. Deus e sua Santa Mãe retribuirão abundantemente sua generosidade por uma tão importante causa!