Comentários Eleison nº 727



Por Dom Williamson

Número DCCXXVII (727) – 19 de junho de 2021


A SUPLICA DE VIGANÒ


Estes “Comentários” já citaram mais de uma vez Nossa Senhora dizendo no Japão em 1973: “Só eu posso ajudá-los agora”. É típico da sabedoria do Arcebispo Viganò levá-la a sério. Nem todos os leitores destes “Comentários” devem ter visto a súplica que ele fez a Ela no mês passado:


Nobre Senhora e Rainha do Céu, olha para nós, teus filhos, nesta hora de escuridão e aflição. Digna-te a ouvir e cumprir nossa humilde e confiante oração, em uma hora em que as forças do Inimigo se multiplicam em um assalto do Inferno a Deus, à Sua Igreja e a toda família humana.


Como modelo e exemplo de humildade e obediência à vontade de Deus, ilumina nossos governantes para que se lembrem de que a autoridade que exercem pertence a Deus perante a quem responderão, o Juiz justo, pelo bem que houverem feito e pelo mal que tiverem cometido. Virgem fidelíssima, ensina os responsáveis dos assuntos públicos a honrar as obrigações morais de seu cargo, recusando qualquer tipo de conivência com o vício ou o erro.


Como nossa Intercessora diante do Trono de Deus, cura nossos males do corpo e da alma, pois és chamada justamente Saúde dos Enfermos; guia agora os médicos e profissionais de saúde em sua profissão, e ajuda-os a cuidar dos enfermos e a atender os mais fracos. Dá-lhes coragem para enfrentar qualquer um que os obrigue a matar pessoas ou torná-las enfermas por meio de tratamentos inadequados ou medicamentos prejudiciais. Pede ao divino Médico das Almas, Nosso Senhor, que desperte na consciência deles o sentido do seu verdadeiro papel e dever de promover a vida e a saúde corporal.


Como fugitiva no Egito, Vós salvaste teu divino Filho do massacre de Herodes; salva os nossos filhos das ameaças morais e materiais que pesam sobre eles, protege-os da verdadeira praga do pecado e do vício, e dos planos criminosos da ditadura ideológica que procura esmagar seus corpos e suas almas. Dá força aos pais e educadores para que possam enfrentar uma droga perigosa e moralmente ilícita que está sendo experimentada nas crianças. Frustra as tentativas daqueles que atacam sua inocência, que se esforçam para pervertê-las em sua tenra idade, enganando sua inteligência e corrompendo sua moral.


Ao passar deste mundo para a vida eterna, Vós foste consolada pela presença de Vosso Filho; esteja perto agora dos enfermos, dos idosos, dos moribundos, especialmente daqueles que são forçados por regras desumanas a enfrentar a morte sozinhos em uma cama de hospital sem os sacramentos. Consola-os, inspirando-lhes a dor pelos seus pecados e o desejo de oferecer os seus sofrimentos em reparação dos pecados cometidos, para que possam deixar esta vida com o consolo de morrer na amizade de Deus.


Como a mãe dos sacerdotes, dá luz aos nossos Pastores para que abram os olhos à ameaça presente, para que se tornem testemunhas coerentes de Cristo teu Filho, valentes defensores do rebanho que o Senhor lhes confiou, valentes adversários do erro e do vício. Liberta-os, Virgem Santíssima, de todo respeito humano e de toda conivência com o pecado. Incendeia-os com o amor de Deus e do próximo, ilumina sua mente e desperta sua vontade.


Diante de ti, fogem os demônios do Inferno; destrói os planos diabólicos desta odiosa tirania, o engano da pandemia, as mentiras dos artífices da iniquidade. Que a luz da Verdade resplandeça acima das mentiras, assim como a verdadeira luz de Cristo resplandece acima das trevas do erro e do pecado. Confunde teus inimigos e humilha sob teus pés a cabeça orgulhosa de todos aqueles que se atrevem a desafiar o Céu, e buscam estabelecer o reino do Anticristo.


Como Medianeira de todas as Graças e nossa Corredentora, por decreto divino, alcança-nos a graça de ver o Triunfo do teu Imaculado Coração, ao qual nos consagramos, nossas famílias, nossas comunidades, nossa Igreja, nossa pátria e o mundo inteiro.


Que assim seja, na Festa da Ascensão, Arcebispo Viganò, 13 de maio de 2021.