Comentários Eleison nº 742



Por Dom Williamson

Número DCCXLII (742) – 2 de outubro de 2021


ESTOURO DE ROSÁRIOS - II


Quatro rosários por dia é muita oração?

Espere para ver – em breve não será pouca!


Nas grandes batalhas navais da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), hoje superadas por aviões e mísseis, grandes navios de guerra ainda se enfrentavam, e o tamanho de seus canhões era decisivo. Normalmente, somente os grandes navios de guerra podiam enfrentar os grandes navios de guerra: por exemplo, em 1941, foi necessário o couraçado mais valioso da Alemanha, o Bismarck, para afundar o orgulho da armada britânica, o H.M.S. Hood, assim como foram necessários dois pesos-pesados ​​britânicos, o Rodney e o George V, para afundar o Bismarck.


Mas mesmo a maior das guerras conhecidas até então, a Segunda Guerra Mundial, empalidece em comparação com a guerra espiritual que é travada desde a Queda de Adão e Eva até o fim do mundo entre as forças do Bem e as do Mal pela salvação ou pela condenação eterna das almas. O peso-pesado do lado do Mal nesta guerra é o Príncipe dos anjos caídos, o próprio Satanás, para cuja inteligência diabólica e astúcia nenhum ser humano mortal simples é páreo, como podemos ver no contrassenso da covid. Homens decentes, políticos ou médicos ou quaisquer outros, tentam com toda a força enfrentar os satanistas, mas, infelizmente, aqueles geralmente são derrotados, porque os inimigos de Deus, sob a orientação de Satanás, têm planejado por séculos essa violenta investida contra a humanidade, que fica mais feroz do que nunca à medida que nos aproximamos do fim do mundo. Todos os disparates da covid prevalecerão – a menos que os amigos de Deus chamem seu próprio peso-pesado, a Mãe de Deus: “Só eu posso ajudá-los agora”, disse Ela no Japão em 1973.


E por que é Ela o peso-pesado de todas as forças do Bem? Porque tem Satanás sob seus calcanhares, porque por sua profunda humildade superou todos os instigações e tentações de Satanás no momento da Paixão, morte e ressurreição de seu Filho, para permanecer absolutamente fiel a Deus; e Seu divino Filho a recompensou com a Realeza de Seu Universo, que inclui todos os anjos, fiéis ou decaídos, incluindo Satanás. Nenhuma outra criatura na terra jamais prestou a Deus, nem remotamente, um serviço tão fiel como o d’Ela. Nenhuma outra criatura foi recompensada por Ele com um poder comparável, minimamente que seja, sobre toda a criação. Por isso que em todas as épocas da Igreja Ela sempre foi venerada pelos católicos, mas o tem sido especialmente nos tempos modernos, quando o Papa Leão XIII teve em 1884 uma famosa revelação de Satanás sendo libertado do Inferno para castigar uma humanidade mais pecadora do que nunca por seu liberalismo.


E para o século XX, Nosso Senhor nos disse que a última devoção que concederia a um mundo que se afunda até seu fim seria o Coração Doloroso e Imaculado de Sua Mãe. Pode ser que tenha calculado que os homens poderiam afastar-se d’Ele como homem facilmente, mas certamente teriam mais dificuldade em afastar-se da mais gentil e terna das mães. E por isso Ela está aparecendo em todo o mundo nos últimos tempos deste, suplicando aos homens que escutem Seu Filho, e que não joguem suas almas no fogo inextinguível do Inferno pelos séculos dos séculos. E cada vez que aparece, Ela nos pede que rezemos o Rosário, em particular pelo Papa e pelos Bispos e sacerdotes, porque Ela sabe o quanto a humanidade depende da única e verdadeira Igreja de Seu Filho, e quanto essa Igreja depende de seus falíveis, mas indispensáveis, ministros humanos: os clérigos.


Portanto, no ano passado, uma explosão de Rosários foi organizada no principal santuário mariano da Inglaterra, em Walsingham, Norfolk, e foi um grande sucesso, motivo pelo qual este ano se repetirá, acrescentando-se mais um dia. No ano passado se rezaram 105 Mistérios, que foram colocados nas mãos da Virgem; este ano, se Deus quiser, serão 150. Para todas as almas que estão distantes de Walsingham, mas que desejam participar da explosão de Rosários, o horário de verão inglês é o horário de Greenwich mais uma hora (GMT +1). Os Rosários completos estão programados para o dia 7 de outubro às 20h; para os dias 8 e 9 de outubro, às 9h30 e às 11h30, às 15h00 e às 20h00; e finalmente para o domingo, 10 de outubro, às 9h30.


E por que tantos Rosários? Porque as coisas estão tão mal, que só Ela pode ajudar-nos agora. Sim, Ela pode!


Kyrie eleison.