Comentários Eleison nº 746



Por Dom Williamson

Número DCCXLVI (746) – 30 de outubro de 2021


O CAMINHO QUE SE HÁ DE SEGUIR – I


Há um método em meio à loucura de hoje,

Um método que pressiona os amigos de Deus a rezar.


É tal a pressão dos acontecimentos nacionais e internacionais no outono de 2021, que os leitores destes “Comentários” podem estar-se perguntando se para as pessoas que vivem nos dias de hoje há algum outro caminho por seguir que não seja aquele que lhes tenham traçado os inimigos de Deus, a saber: a completa submissão à ditadura mundial que se está estabelecendo ao nosso redor por meio da “inoculação covid” universal, entre outras brutalidades. Quando o Deus Todo-Poderoso permite que Seus inimigos cheguem tão longe no domínio da humanidade nesta vida, o que Ele pode ter em mente para nós que não queremos abandoná-Lo, mas ir para o Céu na próxima vida? Um leitor destes “Comentários” nos oferece neste número e no próximo uma visão valiosa do problema sobrenatural e de sua solução, respectivamente. Nós o parabenizamos. Leia a seguir.


Parece-me que estamos testemunhando no cenário mundial o desenrolar de um plano tão elaborado, detalhado e abrangente, que afeta todos os aspectos de nossa vida social, política, espiritual/religiosa, profissional e econômica, que só um ateu poderia deixar de perceber uma inteligência angélica superior que o dirige e inspira tudo. Por causa disso não creio, infelizmente, que seremos capazes de pensar ou manobrar nossa saída do presente castigo.


Teremos de sangrar para sair.


Deus, “de quem não se zomba”, está muito ofendido. Infelizmente, há tão pouco arrependimento, tão pouca conversão e reparação, mesmo em meio a esse castigo, que é quase certo que se intensificará (ou seja, Deus continuará permitindo que o diabo estabeleça cada vez mais sua Nova Ordem Mundial). Se isso for verdade, então é totalmente razoável prever que a situação, sobretudo a dos verdadeiros católicos, se deteriorará, e não só porque a vida se tornará mais difícil para nós, já que somos obrigados a afastar-nos cada vez mais da sociedade civil (sendo retratados e vistos como “inimigos do estado [ímpio]”, e até como “terroristas” que precisam ser presos por não serem “vacinados”), mas também porque ao termos aceitado a penitência de não nos conformarmos, seremos os únicos capazes de fazer a reparação que a justiça de Deus exige.


Em última análise, estou concordando com Romano Amerio em Iota Unum: Está descendo sobre nós uma escuridão sem forma, da qual não haverá escapatória, e que tornará a resistência ativa inútil (no nível natural, mas não no nível sobrenatural). Mas só recentemente comecei a entender a essência dessa escuridão: é a aparente incompreensão e deterioração da capacidade de pensamento crítico, que torna a polêmica inútil; é uma “desorientação diabólica” que impossibilita qualquer tipo de confederação ou resistência unida; é uma natureza humana desfigurada – até mesmo na maioria dos que se autodenominam “católicos” – que ergue um obstáculo à graça, impedindo a operação desta em muitas almas, deixando-nos sem assistência sobrenatural, já que se a graça se constrói sobre a natureza, e a natureza é subvertida pelo transumanismo, pelo homossexualismo, pela mutilação química do DNA, etc., então a graça dificilmente pode penetrar.


Resumindo, a obscuridade é um ataque inteligente.


Kyrie eleison.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários Eleison nº 750

Por Dom Williamson Número DCCL (750) – 27 de novembro de 2021 PROBLEMA DE JÓ Deus existe. Ele deseja nossa felicidade, Mas nossas iniquidades têm merecido plenamente a Sua ira. O Antigo Testamento é u