Comentários Eleison nº 748



Por Dom Williamson

Número DCCXLVIII (748) – 13 de novembro de 2021


NOSSOS GOVERNANTES


Um grande investidor sabe como funciona o mundo real.

Um deles conta aqui o que se esconde em nosso futuro.


Doug Casey – sobre a próxima “crise” que a elite global planejou (www.internationalman.com)


Todos os anos, os líderes mundiais mais influentes se reúnem em Davos, na Suíça, onde apresentam o elemento mais visível de nossa classe dominante internacional. Eles sobrepõem-se com muitos outros grupos que estão impulsionando a mesma agenda, incluindo o Bilderberg, o Council of Foreign Relations e o Bohemian Grove. Todas essas pessoas fazem parte do que poderíamos chamar “Estado Profundo Mundial”. Todas elas se conhecem. Vão às mesmas conferências e compartilham a mesma visão de mundo. Elas vivem em seu próprio pequeno silo, onde o resto dos 7,9 bilhões de habitantes do mundo são estranhos.


Em 2019, bem antes do primeiro caso de COVID ser relatado, o Fórum Econômico Mundial (FEM), que acolhe as conferências anuais de Davos, realizou um evento para debater a possibilidade de uma pandemia mundial: o Evento 201. Realizaram ali um exercício de simulação para saber como poderia desenrolar-se um cenário de covid, e como os governos, as grandes corporações e a mídia deveriam lidar com a situação. Essa elite vem planejando a ideia de um vírus há anos, e pode fazer várias coisas com ele. Fingindo ser amiga da humanidade, pode justificar seu plano como uma forma de limpar o pool genético, reduzindo a população mundial em 80 ou 90%. Pode ser que a própria vacina seja usada para matar muitas pessoas depois de um tempo e esterilizar o resto, ou sirva como um meio para que o rebanho vacinado, os 80% obedientes, coloque os 20% independentes em campos de internamento para não vacinados. Ou o vírus atual pode ser apenas a primeira estratégia, e após as cepas Delta e Mu se apresentará uma “variante” Zeta realmente séria.


Em todo caso, agora temos verdadeiros loucos no controle do aparato do estado. Eles têm exatamente o mesmo perfil psicológico e filosófico dos revolucionários franceses (1789) ou russos (1917). Não deixarão o poder voluntariamente. Estão transformando muitos países em verdadeiros estados policiais. Está acontecendo bem diante de nossos olhos na Austrália: o país inteiro está bloqueado. Sempre mascaradas, as pessoas não podem afastar-se mais do que alguns quilômetros de suas casas sem sofrer penalidades draconianas. Ninguém pode entrar na Austrália, e ninguém pode sair!


Aqui nos EUA, os passaportes de vacinas estão a caminho. Em um discurso recente de Biden, ele fez dos não vacinados inimigos em potencial, um perigo doméstico. Com esse absurdo da COVID, a elite está jogando a carta da saúde. Ela também está jogando a carta da raça e a do terror doméstico. Está conseguindo deslegitimar os valores e a história dos Estados Unidos, bem como a masculinidade em geral e os homens brancos em particular. O que vem a seguir é a retomada do plano do aquecimento global. A “plebe” não poderá fazer nada, e a maioria aceitará, porque foi doutrinada por várias gerações. A elite está fazendo tudo o que pode para aumentar o medo: o medo por nossa saúde, o medo do terror doméstico, o medo dos que não estão em conformidade com ela, e o medo de que o clima destrua o planeta. O medo é a ferramenta mais poderosa de que os governos dispõem para controlar o povo. Eles se fortalecem com o medo. O medo é a saúde do estado moderno.


E assim, enquanto entramos no limite da Grande Depressão, as coisas são semelhantes a 1914 ou 1939. No entanto, a 3ª Guerra Mundial não será sobre armas nucleares ou exércitos convencionais. Será principalmente uma guerra cibernética e biológica. O aspecto da ciberguerra será enorme, porque o mundo inteiro agora funciona com computadores, e está começando a funcionar com Inteligência Artificial. No início deste ano, o FEM começou a fazer muito barulho sobre os ciberataques que interrompem as cadeias de suprimentos globais. Uma ciberpandemia e o fechamento da Internet são praticamente certos, pois para que a elite obtenha o controle, é essencial que ela impeça as pessoas de se organizarem para desafiá-la, e por isso deve impedir que elas se comuniquem umas com as outras.


Kyrie eleison.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários Eleison nº 750

Por Dom Williamson Número DCCL (750) – 27 de novembro de 2021 PROBLEMA DE JÓ Deus existe. Ele deseja nossa felicidade, Mas nossas iniquidades têm merecido plenamente a Sua ira. O Antigo Testamento é u