Comentários Eleison nº 753



Por Dom Williamson

Número DCCLIII (753) – 18 de dezembro de 2021


GANTRY REVISITADO


Chorai, povos do mundo, uni-vos na dor;

Aqui vêm os “Comentários”, a culpar-nos novamente!


Elmer Gantry (no Brasil, Entre Deus e o Pecado) é um filme clássico dos Estados Unidos, lançado em 1960, sobre um vigarista que persegue uma atraente pregadora revivalista chamada Irmã Falconer. Em sua busca pela Irmã, ele encontra uma antiga vítima de seus encantos que ainda o ama, mas que fica indignada por ele estar agora perseguindo outra mulher, e então ela lhe diz: “Conte-me uma boa e grande mentira em que eu possa acreditar, mas abrace-me forte". De tão verdadeira, esta citação apareceu nestes “Comentários” há quase dez anos, em 13 de outubro de 2012, no número 274, de onde uma leitora se lembrou dela e a reaplicou ao mundo da covid.


O que lhe chamou a atenção em 2021 foi que mesmo diante da gravidade dos danos causados a pessoas famosas pela injeção para covid, tão logo estas falam, seus fãs se voltam contra elas! O cantor pop Eric Clapton é um exemplo. Outro exemplo, mais recente, é Kyle Warner, um popular ciclista de mountain bike de Idaho, nos Estados Unidos, que foi gravemente ferido pela injeção para covid, mas que nos vídeos anteriores parecia estar lidando bem com seu infortúnio. No entanto, em um vídeo mais recente se pode vê-lo desatando a chorar, não tanto por causa da lesão em si, mas por causa do ódio que chega de toda parte por ele ter contado sua história e, assim, fazer a injeção parecer ruim. O que raios está acontecendo? Foi assim que a leitora destes “Comentários” se lembrou de Elmer Gantry: ela imaginou os fãs de hoje clamando aos titereiros que controlam os políticos, os médicos e os meios de comunicação, todos ainda fabricando o golpe covid, “Por favor, nos engane! Amamos o modo de vida podre que vocês nos dão! Por favor, finjam que não estão aí, e nós fingiremos também!”.


Este é um ponto que vem sendo continuamente enfatizado por estes “Comentários”. Desde que Lutero fingiu não deformar, mas reformar a Igreja Católica, a marca registrada da "civilização ocidental" não católica passou a ser a hipocrisia, porque os protestantes fingiram querer o que Deus quer, mas na realidade eles e seus descendentes, todos iguais – puritanos, liberais, socialistas, comunistas, etc. –, quiseram o que quiseram para eles mesmos. Durante todo o processo, por trás das diversas pretensões de virtude, esteve a única realidade do avanço da podridão, não mais controlada pela única e verdadeira Igreja. Por fim, a podridão se infiltrou até mesmo dentro da Igreja, e isso foi o Vaticano II. Na realidade, os Bispos modernistas foram os piores hipócritas de todos.


Mas, que os povos não finjam, em nome da democracia, que são inocentes, ou que a podridão, antes ou agora, é toda culpa de seus dirigentes, sejam eles políticos ou médicos ou meios de comunicação. São os povos que querem o almoço grátis de seus políticos, a contracepção e o aborto por parte de seus médicos, e todo o cenário de mentiras de seus meios de comunicação. E daqui vem a podridão da covid, não resistida, mas positivamente promovida por uma multidão de políticos fantoches, médicos delinquentes e meios de comunicação vis, todos mentindo a cada passo que dão. Portanto, é culpa do próprio povo que o seu mundo esteja virando de cabeça para baixo, que Fauci seja transformado em herói e Kyle Warner em vilão. Esta foi a conclusão dos “Comentários” de uma década atrás:


“Conte-me uma boa e grande mentira em que eu possa acreditar, mas abrace-me forte". Amando-o ainda como ela ama, tudo o que ela quer é ser enganada. Esse é o mundo que nos rodeia. Tudo o que se pede é que se seja enganado. Eis por que vivemos em um mundo de mentiras de Satanás: não queremos Deus. Ora, a vida sem Ele não pode funcionar – ver Salmo 126, v.1, e somente olhe ao seu redor –, mas nós queremos desesperadamente acreditar que a vida funciona melhor que tudo sem Ele. Na verdade, dizemos aos nossos líderes: “Nós os elegemos para que nos digam boas e fortes mentiras e nos mantenham firmes em nossa impiedade. Por favor, façam um 11 de setembro, um 7 de julho (o 11 de setembro do Reino Unido), ou qualquer coisa que vocês quiserem, contanto que nós possamos continuar a acreditar em vocês como substitutos de Deus para cuidar de nós. Quanto maior a mentira, mais acreditaremos, mas vocês devem sujeitar-nos com força. Apertem os nossos estados policiais tanto quanto vocês quiserem, mas desde que mantenham Deus de fora.


É de se estranhar que tenhamos o mundo satânico que temos?


Kyrie eleison.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários Eleison nº 756

Por Dom Williamson Número DCCLVI (756) – 8 de janeiro de 2022 PSICOLOGIA DAS MASSAS Deus Todo-Poderoso é grande. Se se vem a afastá-Lo, Deixa-se, sem dúvida, um grande, grande vazio por preencher! Dev

Comentários Eleison nº 755

Por Dom Williamson Número DCCLV (755) – 1º de janeiro de 2022 “RESISTÊNCIA” 2022 À obediência cega, a fé que enxerga é superior. O tempo de a obediência retornar é posterior. Se por "Resistência" ente