VIII - A Misericórdia de Deus - Deus procura o pecador



1 - Voltemos ao Filho pródigo. Quando ele se pôs longe de sua casa, começou a desperdiçar com uma vida de dissoluto. Dinheiro tinha muito: daí os jantares, ceias, teatros, jogos, bailes, alegrias; e tinha criados e cavalos, e tinha companheiros falantes que faziam farras com ele à sua custa; e, o que é pior, entregou-se a desonesta libertinagem. Assim, em pouco tempo, consumindo todo o seu patrimônio, achou-se na miséria, sem eira nem beira: Dissipavit substantiam suam, vivendo luxuriose... et coepit egere (Lc 15, 13-14). E os amigos todos que haviam gozando à sua custa? Não tendo mais o que filar, abandonaram-no. Que fazer agora para manter a vida? Ainda por cima, no tal lugar, para o tomar como criado. O senhor aceitou-o; mas em que emprego? Mandou-o para uma casa de campo sua para ser guarda de porcos. E a paga? Mas que paga?! Algum pedaço de pão negro e mofado. De sorte que, para não morrer de fome, teve o desgraçado de acostumar-se à comida daqueles sujos animais: comer bolotas; e mesmo disso não podia saciar-se: “E cobiçava (diz o Evangelho) encher a barriga com as glandes que os porcos comiam; e ninguém lhas dava".


***


Oh! A que estado é afinal reduzido esse jovem que antes era tão rico! Não vos parece vê-lo sob um carvalho... Melancólico, humilde, maltrapilho e macilento? Deixemo-lo por enquanto ali com sua bela companhia... e façamos agora algumas reflexões.


2 – Esse é o estado dos pecadores que vivem afastados de Deus: e é também a condição de muitos jovens que, após se alimentarem tantas vezes da mesa dos Anjos, alimentam-se da mesa dos demônios e bebem o veneno do pecado; após saborearem as delícias do serviço de Deus, se metem a servir de criados desse grande tirano que é o demônio. E Deus espera que tais pecadores voltem a ele e os procura, e os chama... Escutai como faz.


A parábola do pastor e das ovelhas – Um pastor (diz Jesus Cristo no Evangelho) levou ao pasto 100 ovelhas. Quando estava para as reconduzir para casa, percebeu que só havia 99. Aí ficou muito perturbado.


- Ai de mim! Falta uma ovelha! – dizia ele.


E... já, a procurá-la por montes e vales, deixando as demais. Afinal a encontra! Todo alegre põe-na às costas; e de volta para casa, chama os amigos e vizinhos, dizendo-lhes:


- Rejubilai-vos comigo, pois achei a minha ovelha que se extraviara (Lc 15, 4-6).


***


Assim faz o Senhor com os pecadores. Corre atrás deles: procura-os e chama-os, pois não o quer que se percam. Não veio porventura Jesus Cristo ao mundo para salvar as almas que andavam perdidas? Venit Filius hominis quaerere et salvum facere quod perierat (Lc 19,10).


3 – E DE QUANTOS MODOS procura o bom Deus o pecador! Procura-o e chama-o com as boas inspirações que lhe manda..., com as prédicas..., com os bons livros..., com os conselhos e censuras dos pais..., com bons exemplos dos companheiros...; e também com os castigos... (desgraças... doenças...). E diz ao coração dele: “Converte-te ao Senhor, e deixa os teus pecados: Convertere ad Dominum, et relinque peccata tua” (Ecl 17,21).


Mas por que tanta solicitude? Perde-nos Deus, porventura? Ah! Pensai quanto lhe custam as almas redimidas! Diz-nos S. Paulo: “Fostes comprados por preço alto" (1 Cor 6,20).



(Extraído do livro A Palavra de Deus em Exemplos, G. Montarino,

Do original La Parole di Dio per la Via d’Esempi)