VOZ DE FÁTIMA, VOZ DE DEUS Nº 43

23 de dezembro de 2017

Vox túrturis audita est in terra nostra”       

(Cant. II, 12)

“Não tenho nem a ciência de um Santo Tomás nem a eloquência de um Bossuet (Bossuet foi um dos maiores oradores sacros da França). Venho a vós simplesmente como um bispo missionário”. Com estas palavras, que cito de memória mas cujo conteúdo é fiel, Dom Lefebvre iniciou uma de suas conferências para alertar os fiéis sobre o perigo que corre a fé católica e, portanto, sobre o perigo que correm as almas de se perderem eternamente na crise atual que atinge a hierarquia, o clero e todos os membros da Igreja.

Dom Lefebvre foi um eco fiel das encíclicas dos Papas do século XIX que condenaram o Liberalismo; da Pascendi, que condenou o Modernismo; assim como de Pio XI, que escreveu a encíclica Quas Primas, sobre o Cristo Rei, e de Pio XII, que condenou o Neomodernismo.

Neste Natal, peçamos a Nosso Senhor que a Luz da fé ilumine nossas almas, dissipando as trevas do erro e do pecado e conduzindo-nos à vida eterna.

+ Tomás de Aquino OSB

U.I.O.G.D

Posts recentes

Ver tudo

Por Dom Williamson Número DCCLVII (757) – 15 de janeiro de 2022 GUERRA CULTURAL Homens bons, a luta é nada menos que por Deus. Lute abertamente por Ele, e veja-O abençoar! Estes “Comentários” recomend

Por Dom Williamson Número DCCLVI (756) – 8 de janeiro de 2022 PSICOLOGIA DAS MASSAS Deus Todo-Poderoso é grande. Se se vem a afastá-Lo, Deixa-se, sem dúvida, um grande, grande vazio por preencher! Dev

Por Dom Williamson Número DCCLV (755) – 1º de janeiro de 2022 “RESISTÊNCIA” 2022 À obediência cega, a fé que enxerga é superior. O tempo de a obediência retornar é posterior. Se por "Resistência" ente